domingo

Ergonomia - Introdução

A ergonomia é uma palavra de origem grega: ergon = trabalho + nomos = leis e regras. Portanto, é o estudo que se faz de como as pessoas trabalham.
Sombra-de-homem-sentado-em-uma-cadeira

Leia também: 
Dores nas costas

A ergonomia está ligada diretamente ao ambiente de trabalho, às disposições de máquinas e equipamentos e principalmente ao leiaute.

Definição oficial de Ergonomia


A ergonomia é o estudo científico da relação entre o ser humano e seus meios, métodos e espaço de trabalho. Seu objetivo é elaborar, mediante a contribuição de diversas disciplinas científicas que a compõem, um corpo de conhecimentos que, dentro de uma perspectiva de aplicação, deve resultar numa melhor adaptação ao homem dos meios tecnológicos e dos ambientes de trabalho e de vida.
(Congresso Internacional de Ergonomia, 1969).

Objetivo



Além de buscar adaptar o trabalho ao ser humano, objetiva também, melhorar as condições de trabalho, a saúde, a prevenção de acidentes laborais, proporcionar conforto e eficiência no trabalho e consequentemente melhores resultados em termos de qualidade e produtividade.

- Reduzir a fadiga;
- Reduzir o desconforto físico;
- Diminuir o índice de erros e acidentes de trabalho;

Tipos de ergonomia


Ergonomia do posto de trabalho 

  • Microergonômia.

Ergonomia de sistemas de produção 

  • Macroergonômia.

Ergonomia de Administração

  • Projetos organizacionais e gestão de Recursos Humanos.

Ergonomia de projeto

  • É a ergonomia preventiva no estágio de projeto.

Ergonomia industrial ou de correção

  • Modificações de situações existentes.

Ergonomia de arranjo físico

  • Melhoria de sequências e fluxos de produção.

Ergonomia do produto

  • É a ergonomia de concepção de um dado objeto.

Ergonomia da produção

  • É a ergonomia de chão de fábrica.

Ergonomia de conscientização

  • Capacitação em ergonomia.

Ergonomia de laboratório

  • É a pesquisa em ergonomia realizada em situação controlada de laboratório.

Ergonomia de campo

  • É a pesquisa em ergonomia realizada em situação real de trabalho.

Ergonomia de Engenharia

  • Projeto e produção ergonomicamente seguros.

Ergonomia de Design

  • Metodologia de projeto e design do produto.

Ergonomia de Psicologia

  • Treinamento e motivação do pessoal.

Ergonomia de Medicina e enfermagem

  • Prevenção de acidentes e doenças do trabalho.

Exemplos de Riscos Ergonômicos

  1. Plantação;
  2. Carregamento de cargas;
  3. Alambrar (fazer cerca com arame);
  4. Ordenhar;
  5. Etc.
A postura incorreta é um dos principais fatores que colabora com problemas ergonômicos, pois afetam principalmente a coluna do trabalhador.

Dentro da ergonomia iremos ver também sobre LER e DORTs, que faz parte do grupo que pode ocasionar consequências gravíssimas aos trabalhadores.

ATENÇÃO

Existem vários tipos de sinais que podem exigir um estudo ergonômico:

Fisiológicos

  • Quantidade de ar respirado.
  • Atividade elétrica cerebral.
  • Aceleração dos batimentos cardíacos.
  • Temperatura corporal. 

Em nível do trabalho 

  • Acidentes e incidentes de trabalho.
  • Repetitividade de erros cometidos em uma determinada tarefa.
  • Baixa produtividade e qualidade reduzida do funcionário.
  • Aumento de retrabalhos.

BENEFÍCIOS

  • Conforto;
  • Satisfação do trabalhador;
  • Redução do turnover (rotatividade de funcionários antigos por novos);
  • Aumento da motivação dos trabalhadores.

0 on: "Ergonomia - Introdução"